MERENDA ESCOLAR URGENTE: “CARDÁPIO DEVE SOFRER ALTERAÇÕES POR FALTA DE PAGAMENTO”

“Sem receber a dívida acumulada por parte da Prefeitura, que passa de um milhão, empresa Cheff Grill deve rever cardápio…”

Merenda escolar pode se limitar a ovo e arroz por falta de pagamento.

Merenda escolar pode se limitar a ovo e arroz por falta de pagamento.

O apresentador de TV Cristen Charles começou hoje, após uma série de denúncias de Mães, investigar uma possível mudança no cardápio escolar por parte da empresa Cheff Grill, a informação começou a surgir desde quarta e tornou-se mais intensa nessa quinta. Em conversas com Merendeiras, elas mostraram preocupação sobre a situação, que segundo informações extra-oficiais, pode ocorrer já a partir de segunda feira, quando, segundo uma profissional que não quer se identificar: “Devemos ter ovo frito muito provavelmente. “.

Cristen Charles vem falando sobre o tema há duas semanas...

Cristen Charles vem falando sobre o tema há duas semanas…

De posse dessas informações, Cristen Charles conversou com representantes da empresa que relataram ao apresentador, uma dívida que passa de um milhão de reais por parte da administração pública e que sim, caso a Prefeitura não honre com os compromissos até sexta (16/10/2015), o “cardápio será reavaliado” e “o ovo deve ser a opção já nos próximos dias” segundo posicionamento de um dos representantes, que se mostrou revoltado com tamanha irresponsabilidade por parte da Prefeitura.

Ovo frito na melhor das hipóteses, será que teremos um arrozinho?????

Ovo frito na melhor das hipóteses, será que teremos um arrozinho?????

O programa “Na Mira: Informação Verdade” que em breve estará nas ondas do rádio, ampliando o leque de cobertura e abrangência, vem relatando atrasos e falta de pagamento de serviços básicos e importantes para Peruíbe há duas semanas.

PREFEITURA

Por parte da Prefeitura, o Diretor de comunicação Tuca Fumagalli, informa que dentro das próximas horas, é bem provável que a Prefeitura faça o repasse para a empresa, mas não pode precisar ainda o valor. Segundo o diretor, os trâmites burocráticos, como a vinda do empenho por parte da secretaria de educação, é determinante para o pagamento por parte da prefeitura.

Aguardemos o desenrolar dessa novela, que parece ser de puro terror, e ver se sexta ou segunda, nossas crianças terão que se contentar apenas com “ovo mexido” e, se tiver sorte, algum arroz.

Vergonha ein Dona Ana? É pau na lomba…