ITANHAÉM: Alckmin anuncia concessão do aeroporto de Itanhaém

O jornal Diário do Litoral, trouxe uma importante informação para a região:

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta quinta-feira, 19, a concessão de cinco aeroportos do interior e litoral do Estado de São Paulo. Os aeroportos objeto do processo – Antônio Ribeiro Noronha Jr. (Itanhaém), Gastão Madeira (Ubatuba), Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí), Campo dos Amarais (Campinas) e Arthur Siqueira (Bragança Paulista) – serão licitados em um único lote. Atualmente, esses aeródromos são administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes (SLT).

A ARTESP está conduzindo o processo licitatório, que prevê investimento total de R$ 91,8 milhões ao longo dos 30 anos de concessão, dos quais R$ 34,5 milhões nos quatro primeiros anos. O edital de licitação deve ser publicado no primeiro trimestre de 2016. A concessionária será responsável, além dos investimentos em obras, pela adequação, operação e manutenção dos cinco aeroportos.

“A concessão inclui cinco aeroportos executivos. O de Itanhaém é importante como retaguarda para o pré-sal e para a área de off share, especialmente de helicópteros”, exemplifica Alckmin.

Governador anunciou a concessão de cinco aeroportos do interior e litoral do Estado de São Paulo (Foto: Divulgação)

Governador anunciou a concessão de cinco aeroportos do interior e litoral do Estado de São Paulo (Foto: Divulgação)

Os principais investimentos exigidos na concessão serão melhorias nos sistemas de pistas e pátio; reformas nos terminais de passageiros; investimentos nas pistas de rolamento; melhorias e ampliações na infraestrutura de hangares e melhorias na sinalização. Essa concessão tem como objetivo fazer com que as unidades tenham um grande ganho na operação, beneficiando a enorme quantidade de usuários com novos serviços, além de ampliar os investimentos. Juntos, os cinco aeroportos tiveram em 2014 quase 210 mil pousos e decolagens. Além de beneficiar os usuários, a concessão à iniciativa privada vai incrementar a economia regional e brasileira, e gerar novos postos de trabalho.

Não há limite de participantes para os consórcios interessados na licitação. Os participantes terão de comprovar experiência em gestão de aeródromos de aviação geral ou comercial com movimentação mínima de 60 mil aeronaves anuais.

Saiba mais: www.diariodolitoral.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*