“TRETA” NA PREFEITURA: MAIS UMA REVOLTA DE MORADORES

“Barra do Una, Paraíso, Perequê, Barro Branco, Bananal, Guaraú e diversas comunidades, foram protestar contra descaso. ”

Mais uma vez a revolta popular se fez presente no Paço Municipal e o descontentamento do povo para com a administração da Prefeita Ana Preto vem ganhando cada vez mais força a ponto de ficar insuportável e respingar na Câmara Municipal, onde grande parte dos Vereadores, muitos dos quais que defenderam a Prefeita em diversas presepadas nos últimos três anos, como: aumento de IPTU, arquivamento de CEI, CEP e por aí vai, veem uma possível reeleição ir por água abaixo, principalmente por esbarrar no carimbo de “VEREADOR APOIADOR DA PREFEITA ANA PRETO” e para tirar essa tinta, parece-nos um tanto quanto difícil.

IMG_20151207_145315944

O protesto começou por volta das 14 horas desta segunda – feira, dia 07, onde representantes das comunidades do Paraíso, Guaraú, Perequê, Barro Branco, Bananal entre tantas outras, foram reivindicar melhorias nas estradas e nos bairros e questionar, cara a cara, a Prefeita Ana Preto sobre promessas não cumpridas em reuniões anteriores. Em um primeiro momento, a assessoria da Prefeita informou que a mesma estava almoçando em um restaurante das proximidades e logo estaria de volta; conforme o povo foi se “avolumando” e prometendo “ocupar” a Prefeitura, assim como os alunos estão fazendo em São Paulo, a conversa mudou de tom e a informação foi que a Prefeita estaria em Santos em uma reunião regional com Prefeitos, e diante disso, uma comissão de moradores foi à câmara procurar os nobres edis, mas ninguém foi encontrado.

NÃO ADIANTOU

Após essa brusca “mudança” de informação, Guardas Municipais começaram a chegar e os ânimos a se alterar, até que ficou acordado que o chefe de Gabinete, Carlos Rúbia de Barros, o popular Carlinhos e o diretor de obras Sr. Osmar, atenderiam uma comissão de dez moradores e a imprensa local, representada por Cristen Charles, apresentador do programa Na Mira: Informação Verdade.

REINVINDICAÇÕES

Cristen Charles cobrou do chefe de gabinete uma manutenção constante da estrada, pois, segundo o apresentador, a impressão que se tem é que a Prefeitura só age através de pressão e reclamação, esperando o povo agir primeiro, numa prova total de falta de planejamento e de ação. Moradores presentes reclamaram da má qualidade dos serviços, das estradas que impossibilitam os ônibus de irem até os pontos necessários e a falta de planejamento, que deixou a estrada em uma situação patética às portas de uma temporada, tão importante para os moradores.

IMG_20151207_154148220

VEREADORES

Já no fim da reunião alguns vereadores apareceram para “tentar” prestar solidariedade aos moradores “abandonados” por seus representantes. Mohai, um dos que apareceu, sentou à mesa e disse ter enviado 52 requerimentos – sobre serviços para aquela região – à Prefeita Ana Preto. Reparando que o povo ali presente estava um tanto quanto revoltado com a classe de vereadores, o edil tentou defender a posição de seu mandato e se disse morador do Guaraú e que alguns ali só estavam de “papinho”.

Após a fala do vereador em tom de voz alto, o clima esquentou, e em discussão com a moradora Silvia Rodrigues, chegou a bater com força na mesa diversas vezes e a moradora sem se sentir intimidada, bradou sua insatisfação com o vereador Mohai.

IMG_20151207_154135997

Moradores continuaram a discutir com Mohai e prometeram a ele uma resposta nas “urnas”. Muito irritado, o vereador e sua assessora saíram da sala; os outros ali presentes, vereadora Laila e o vereador França, percebendo que chegaram “tarde” e o clima não era dos mais favoráveis, optaram pelo silêncio.

RESOLUÇÕES

Após os ânimos se acalmarem, Carlinhos e o Sr. Osmar, prometeram ações emergenciais para que a estrada tenha condições para receber a temporada e, falando francamente, disseram que uma reforma mais ampla e geral só seria possível no próximo ano, tendo em vista a falta de recursos financeiros da Prefeitura neste fim de ano.

 

2 comentários

  1. A Fundação Florestal tem 4 milhões de reais do empréstimo do BID que podem ser gastos na estrada. Basta que se apresente um projeto…
    Somos todos incapazes, imbecis e covardes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*