PATRULHA AMBIENTAL COMPLEMENTA AS AÇÕES DA GCM.

Cidades litorâneas e de grande área de preservação de mata não possuem Patrulhamento Ambiental da Guarda Civil Municipal.

A Patrulha Ambiental é uma parte importante da Guarda Civil Municipal de Limeira e atua nas mais diversas áreas, para garantir a segurança da população.

Devidamente uniformizada, Patrulha Ambiental de Limeira atua em diversas áreas da segurança.

Algumas das áreas de atuação desse braço importante da GCM, é no combate ao tráfico de animais, buscas em áreas de mata por criminosos, sequestradores e traficantes de drogas, além de autuações de código de postura.

Na Baixada Santista a situação é diferente em cada município:

Segundo Sérgio Lúcio da Costa, presidente do SindGuardas de Praia Grande, em Santos não há ainda a Patrulha Ambiental;  já em Itanhaém, segundo informou Moisés, o comandante da Guarda na cidade, a Guarda somente presta apoio a fiscais ambientais pois se faz necessário aumentar o número de integrantes para que seja possível organizar um grupo especificamente de ação ambiental.

Ainda de acordo com Sérgio Lúcio, as informações apuradas dão conta que Mongaguá já teve sua Guarda Ambiental, mas devido à diminuição no efetivo geral, os agentes foram reconduzidos às ações usuais, sendo extinta então a Patrulha Ambiental – o carro que era destinado aos trabalhos da Guarda Ambiental teve o motor fundido, e não fora mais reparado. Em São Vicente a Guarda Ambiental apenas presta apoio, situação semelhante a de Mongaguá, pois a cidade não possui legislação ambiental própria vigente. Em Praia Grande, o grupamento ambiental existe mas parece atuar de forma “tímida”, no entanto, colabora muito com estudos ambientais e resgate de animais marinhos nas areias das praias.

Já no Guarujá a notícia é mais animadora, pois existe a legislação ambiental no município, e então a Patrulha consegue autuar e fiscalizar, atuando em conjunto com o departamento de meio ambiente. Peruíbe não possui Guarda Ambiental.

Pelotão Ambiental do Guarujá. (Imagem da Internet)

Na cidade de Bertioga, a Guarda Ambiental está vinculada à Secretaria do Meio Ambiente e realiza a autuação por código de conduta, inclusive na questão do som alto, utilizando-se os agentes do decibelímetro para as autuações, além de fiscalizarem, por exemplo, o trânsito de veículos na praia. A equipe também faz o resgate de animais na Rio-Santos.

 

Viatura de apoio da Guarda Ambiental (Secretaria de Meio Ambiente) de Bertioga.

 

Em Bertioga, a poluição sonora é alvo da Guarda Ambiental.

Em Bertioga,  está em estudo um projeto de lei que regulariza os Guardas Ambientais junto à Guarda Civil Municipal.

image

A GCM de Bertioga começa a atuar armada já a partir de fevereiro de 2016.

 

Confira a reportagem especial sobre a Patrulha Ambiental de Limeira:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*