OS DESAFIOS DE LUIZ MAURÍCIO

Por Cristen Charles

14224788_1200823919939676_5865752838597104470_n

Após dois governos esquecíveis e recheados de problemas, em que a única mídia que a cidade de Peruíbe conseguia era negativa, seja na local, regional ou atingindo o ápice em pleno domingo no “Fantástico” em horário nobre para todo o Brasil, eis que começa um governo que, aparentemente, mostra algum avanço no pensamento do eleitorado, embora pequeno, sobre a importância do executivo. Tanto é que mesmo com uma campanha paupérrima, Dr. Luiz Mauricio (PSDB) sagrou-se vencedor do pleito e começa o governo representando uma esperança e com o apoio maciço da população, inclusive dos que não votaram nele, mas enxergam no ex-vereador, um sopro de qualidade.

A CÂMARA

Tendo que lidar com uma câmara que, mais uma vez, aparenta ser muito ruim, tirando raríssimas exceções e cortando os “vícios” que sempre garantiram alguma governabilidade na cidade, o primeiro desafio do prefeito eleito, é tentar incutir na cabeça desses vereadores, alguns dos quais com sérios problemas na justiça, a importância de trabalhar em prol da cidade e de suas ideias e ideais e não em interesses “políticos-ou-quaisquer-que-sejam” pessoais dos referidos edis; e se a estratégia adotada vai dar certo, só o tempo dirá.

BOQUINHAS

Com cortes de comissionados, uma exigência do tribunal de contas, os chamados “carguinhos”, que os “vereadores” distribuíam a torto e a direito na máquina pública para seus correligionários secou miseravelmente e o medo agora é que esses “carguinhos”, migrem para empresas terceirizadas, criando uma “falsa” sensação de enxugar gastos públicos e simplesmente transferindo-os para essas empresas, isso devemos acompanhar de perto, para não termos um cenário do “seis por meia dúzia”.

AUDITORIA

A chamada “AUDITORIA” das contas públicas, tanto alardeadas por Luiz Mauricio (PSDB) e André de Paula (SDD), que na prática, e na sempre péssima visão do meio político, significaria uma verdadeira devassa – caça às bruxas – dos últimos governos e que para o povo, seria maravilhoso e esclarecedor, precisa sair do papel e da promessa para mostrar credibilidade e transparência, não adianta falar em transparência, ter um ex-delegado da Polícia Federal trabalhando e não colocar em prática o discurso, até mesmo por conta das características do prefeito e seu vice, ambos fiscalizadores quando vereadores e portanto, conhecedores do caminho por onde pode ter sido “investido” o nosso dinheiro público.

SAÚDE

A saúde, decrépita, precisa urgentemente de um choque de gestão e para tanto, Dr. Abude, o secretário escolhido, precisa urgentemente mostrar a que veio. A paciência do povo quanto a saúde, vai até atingir um parente ou pessoa próxima, daí para comoção social é um pulo. Renegociar dívidas com médicos, fornecedores e dar um padrão de atendimento, é o caminho de um governo que precisa recuperar a credibilidade com esses profissionais urgentemente.

DANDO AS CARAS

Se um dos problemas da gestão Ana Preto era justamente a total ausência física, intelectual ou virtual da mesma, pelo menos no início, não se pode reclamar disso com o atual prefeito. Tem dado as caras, tem falado com a imprensa (quando eleito, foi ao Na Mira por exemplo) e mantido uma forte presença nas redes sociais, com um marketing bem arejado, que lembra muito o do Prefeito Marco Aurélio, e as redes tem respondido bem a isso. Mas o que hoje dá certo, pode ser uma faca de dois gumes, pois conforme aumenta a participação e apoio, caso surja algum tipo de revés, o resultado contrário pode ser irreversível e gerar comoção gigantesca, além dos tradicionais “memes” que convenhamos, não mantém uma boa imagem de ninguém.

A cidade precisa de um governo responsável, principalmente com os gastos públicos. Durante a chamada “lua de mel” o Prefeito terá alguma margem de manobra para tomar algumas decisões anti-populares e colocar a culpa “na herança maldita”, mas conforme o tempo passar e os resultados não forem os esperados pela população, o prefeito pode encontrar problemas de apoio popular e consequentemente na câmara, que ele conhece tão bem. Portanto, o fato do povo saber o “rombo” deixado pelos governos anteriores, já é meio caminho andado para conseguir trabalhar e acalmar a ânsia popular por resultados.

No fim, o que todos queremos é uma cidade com uma boa saúde, a educação funcionando bem, creches, um plano para gerar empregos, transporte público funcional, a cidade limpa e o comércio vivendo do turismo – que precisa ser turbinado urgentemente – se isso acontecer, o povo já ficará satisfeito. É um momento de ter esperanças e pedir aos céus, pois a cidade não aguenta mais um governo frustrante, boa sorte ao novo prefeito.
É pau na lomba!

2 comentários

  1. Margarete M. Da Silva

    Espero que o ditado diga-me com quem andas que te direi quem és passe longe desta administração, pois ñ entendi na posse o atual prefeito ladeado por dois ex-prefeitos que também ñ fizeram grandes administrações.

  2. Margarete M. Silva

    Espero que ele faça uma grande administração diferenciada de todos os anteriores, pois é o anseio do povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*